Jeremoabo: muita reclamação por falta de atendimento no SAC

Ao todo foram distribuídas em torno de 630 senhas. Estima-se que para atender a todos que se dispuseram a entrar na fila seria necessário no mínimo o dobro.
Filas enormes para apenas 250 senhas diárias foi motivo de muita reclamação e revolta para a maioria das pessoas que foi à praça Dr. Jonas de Carvalho Gomes, em busca de documentação no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). De acordo com relatos, as primeiras pessoas começaram a acampar na praça, no domingo, 13, desde as 07h00, para garantir atendimento na segunda feira, 14, mas nem todos conseguiram. Teve gente que dormiu na fila, pessoas vendendo lugares, gente que chegou cedo e não foi atendida, gente reclamando que pagou passagem, fez economia para tirar fotos e não conseguiu pegar senha.
De acordo com a Sra. Neide, coordenadora da Unidade, o procedimento é o mesmo em todas as cidades. “ O SAC está em Jeremoabo como fica em todas a cidades, pelo cronograma são dois dias, no máximo dois dias e meio, a quantidade de senhas é a mesma para todos os municípios, infelizmente em dois dias e meio não é possível atender a demanda de toda população. Se passássemos aqui um mês também não seria possível. Não é possível atender uma população de mais de 40 mil habitantes em um período tão curto. A gente sofre com a população, mas infelizmente não é possível atender a todos”.
Pessoas que se deslocaram de municípios vizinho também voltaram sem atendimento, mas ainda poderão tentar em outros municípios onde a carreta estará nos próximos dias:
A comarca de Jeremoabo que engloba também os municípios de Coronel João Sá, Pedro Alexandre e Sítio do Quinto tem uma população estimada em quase 90 mil habitantes, sem falar na proximidade com outros municípios da região como Antas, Novo Triunfo e Santa Brígida. Portanto, comportaria tranquilamente um SAC permanente. Não é possível, ainda nos tempos de hoje os nossos cidadãos passarem por tanta humilhação e sofrimento. Ao todo foram distribuídas em torno de 630 senhas. Estima-se que para atender a todos que se dispuseram a entrar na fila seria necessário no mínimo o dobro.
Fonte: Jeremoabo Agora
Mais informações...

Fazendeiro é morto com golpes de machado e tem corpo incinerado por filho e netos

Os netos espancaram o avô e com o um machado desferiram os golpes em diversas partes do corpo, principalmente na cabeça.
A pacata Ibipitanga foi palco de um crime macabro, que contou com requintes de crueldade e teve como vítima o fazendeiro, Manoel José da Silva, de 72 anos de idade. O idoso foi morto com golpes de machado e teve o corpo amarrado e incinerado em uma carvoaria na fazenda onde morava, no povoado de Pinga. A autoria do assassinato é creditada ao filho e três netos de Manoel de Isidoro, como ele era conhecido na região. A cronologia do assassinato foi contada pelos autores da morte, que confessaram o crime com riqueza de detalhes para o delegado de Ibipitanga Mauro Borges Dessa. De acordo com o depoimento registrado no boletim do ocorrência, os irmãos Genivaldo dos Santos Novaes e Adriano dos Santos Silva, confessaram participação na morte do avô. O pai deles, Mildo dos Santos Silva, 46, e o irmão, Dermivaldo dos Santos Silva, 24 anos, (foto ao lado) mortos em confronto com a polícia, também teriam desferido os golpes de machado no idoso. 

 Assassinato- A morte foi planejada e executada na noite do dia 06 de abril, na casa da vítima, localizada na fazenda onde Manoel de Isidoro criava gados e produzia requeijão. Para o delegado, Adriano e Genivaldo contaram que horas antes da morte, o avô teria ido à casa deles e ameaçado contar para a polícia todos os crimes atribuídos ao filho e aos netos – todos são suspeitos de cometer furtos na região. Depois da discussão, o idoso seguiu para a casa onde morava só. Já à noite, os acusados resolveram ir até a casa do idoso. Lá, Milton, filho do fazendeiro, pegou o pai pelo pescoço e o sufocou. Os netos espancaram o avô e com o um machado desferiram os golpes em diversas partes do corpo, principalmente na cabeça. Para ocultar o crime, eles amarram o fazendeiro e levaram o corpo para uma carvoaria na fazenda. Os quatro arrastaram a vítima para dentro do forno, colocaram galhos do arvore e atearam fogo. O corpo foi completamente incinerado, restando apenas vestígios de ossos. 

 Investigação– Um dia após o assassinato, os filhos do fazendeiro sentiram falta dele e comunicaram o desaparecimento para a polícia. De acordo com o delegado, os autores da morte ainda ‘ajudaram’ na procura pelo corpo. A polícia chegou à autoria do crime depois que familiares desconfiaram da reação dos quatro que não demonstravam preocupação com o desaparecimento. Quatro dias após a morte, na quinta-feira (10), a polícia interrogou Adriano e Genildo que terminaram confessando o crime e levando os policiais até o local onde o corpo foi incinerado. Na busca pelos outros dois acusados, um policial foi alvejado com um tiro no rosto. A polícia aponta para Dermivaldo a autoria do disparo. Na troca de tiros com policiais do 4º Pelotão da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), de Macaúbas, Milton e Dermivaldo, pai e filho, terminaram mortos. Adriano e Genivaldo foram conduzidos para delegacia da cidade. Além deles, a polícia prendeu Mônica Cristina de Oliveira, mulher de Genivaldo, e Francieli Rosa de Oliveira, companheira de Dermivaldo. As duas estão grávidas e respondem pelos crimes de formação de quadrilha e tentativa de homicídio. 

 DNA– O delegado informou que apenas alguns pedaços de possíveis ossos foram encontrados misturados as cinzas no forno. Apenas após um exame de DNA será possível confirmar que os restos mortais são de Manoel de Isidoro. 

 Outros crimes – De acordo com as investigações, além do avô, Genivaldo assassinou a tiros, no último dia 14 de janeiro, na cidade vizinha de Rio de Pires, o sogro durante uma tentativa de assalto. Os irmãos, Adriano e Dermivaldo e outro comparsa, identificado como “Negão de Maria”, também teriam participado do crime. A vítima era pai de Mônica Cristina, atual companheira de Genivaldo. Na delegacia ela disse que não sabia que o marido tinha participação na morte do pai dela, mas a polícia acredita na conivência da suspeita. Todos estão presos na delegacia de Ibipitanga à disposição da Justiça. 

Fonte Bocão News
Mais informações...

Garotas trocam carícias em ônibus e vídeo vai para as redes sociais

Um vídeo de garotas se beijando dentro de um ônibus caiu nas redes sociais e tem gerado comentários e reflexões. Nas imagens, as meninas – que estão vestidas com fardamento de escola pública da Bahia – aparecem se beijando. Algumas deitam-se em um dos bancos e trocam carícias. Atualmente, Salvador passa por um momento de discussão sobre a gravidade de se divulgar momentos íntimos sem a autorização dos envolvidos. Recentemente, uma aluna do colégio particular Marista teve imagens suas tomando banho no banheiro da instituição. A denúncia foi encaminha ao Ministério Público do Estado e agora, a Sucom deve passar a fiscalizar os ambientes escolares.

Fonte: Bocão News
Mais informações...

Jornalista exibe vídeos e garante: "Michael Jackson não morreu"

O jornalista Dirceu Jackson, afirma com todas as letras que Michael Jackson não morreu no dia 25 de junho de 2009 e ainda estaria vivo. Dirceu Jackson tenta convencer os fãs do artista que ele estaria apenas escondido e revela o motivo do cantor ter inventado a própria morte com vídeos e um email que segundo o jornalista teria sido enviado pelo próprio músico após sua morte ter sido declarada. Assista a matéria:



Mais informações...

Jeremoabo: Tista de Deda nomeado Secretário Particular de Otto Alencar

Tista de Deda agora é Secretário particular da Vice-Governadoria da Bahia.
João Batista Melo de Carvalho, “Tista de Deda”, foi nomeado, por Decreto de 09.04.2014 para exercer o cargo de Secretário Particular, símbolo DAS-2C, da Secretaria da Vice-Governadoria, do Gabinete do Vice-Governador Otto Alencar, cumprindo promessa proferida pelo vice-governador em comício em Jeremoabo nas ultimas eleições municipais, quando prometeu levar Tista para cargo em seu departamento. 

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, R E S O L V E nomear JOÃO BATISTA MELO DE CARVALHO para o cargo de Secretário Particular, símbolo DAS-2C, da Secretaria da Vice-Governadoria, do Gabinete do Vice-Governador. 
PALÁCIO DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA, em 09 de abril de 2014. 
JAQUES WAGNER 

Fonte www.jeremoabo.com.br
Mais informações...

Pedro Alexandre - BA: Polícia investiga morte por afogamento

O dono da fazenda contou aos PMs que o suspeito foi visto perto da barragem e que havia uma desavença entre as famílias.
Imagem ilustrativa
Um homem identificado como José do Santos é o principal suspeito de matar afogado um deficiente físico na cidade de Pedro Alexandre-BA.

O corpo do Laércio Soares da Silva, 30 ano,s que residia na Rua das Barreiras, centro da cidade foi encontrado dentro de uma barragem de uma fazenda situada no município na tarde desta sexta-feira (11), por volta das 17 horas. Laércio era paraplégico.
A polícia foi acionada, uma guarnição esteve no local. O dono da fazenda contou aos PMs que o suspeito foi visto perto da barragem e que havia uma desavença entre as famílias.
Os policiais localizaram o suspeito e o conduziram para a Delegacia local. chegando lá foram informados que não havia delegado de plantão não houve registro, mas o suspeito prestará depoimento em outro dia.
Será investigado se o afogamento foi proposital ou acidental.
Fonte: Chico sabe tudo

Mais informações...

Homicídios na Bahia cresceram 75% entre 2011 e 2012, diz ONU

Mais de 10% de todos os homicídios ocorridos no mundo, em 2012, foram registrados no Brasil, de acordo com o Relatório Global sobre Homicídios 2013, do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) sobre dados do ano anterior. O relatório aponta 437 mil assassinatos no mundo, em 2012, sendo 50.108 no Brasil. O documento também aponta que número de homicídios na Bahia cresceu 75% no período. De acordo com a Unodc, há um cenário de estabilidade no número de homicídios no país, que ao lado do México, da Nigéria e do Congo está no segundo grupo de países com maior número de assassinatos do mundo, com índice de 25 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. No primeiro grupo, onde figuram Colômbia, Venezuela, Guatemala e África do Sul, a situação de violência ainda é pior. Neles, o índice de assassinatos passa de 30 por 100 mil habitantes. Enquanto nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo o índice de homicídios caiu, respectivamente, 29% e 11%, na Paraíba a taxa cresceu 150% (na Bahia aumento de 75%). Segundo o estudo, Pernambuco, com redução de 38%, foi o único estado do Nordeste com queda no número de assassinatos. No Brasil, 90% das vítimas de homicídios são homens. O abuso de álcool e outras drogas, e a disponibilidade de armas de fogo, são apontadas no estudo como determinantes para que aconteçam os assassinatos. O relatório também destaca que o continente americano apresenta uma importante disparidade entre o total de homicídios cometidos e a condenação dos responsáveis, já que apenas 24% dos crimes são solucionados. O levantamento ressaltou ainda as unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) como uma iniciativa determinante para a redução dos índices de homicídio em quase 80%, no Rio de Janeiro, entre 2008 e 2012.
Fonte: A TARDE
Mais informações...